Aguarde...
Aguarde...
Pronto! Agora aguarde a página ser recarregada.
Menu

Busca de Exercícios - ENEM - Músicas (Interpretação de textos) - Variação Diatópica (Regional) Aprenda a usar!

Entrar
Assine Já!
Seu período de teste expirou!
Nova funcionalidade: Provas

Agora você pode fazer provas completas de vestibulares anteriores. Quer conhecer?

Nova funcionalidade: Pré-vestibular Inteligente

Olá, estamos implementando um modelo pioneiro de preparatório para o vestibular, baseado em tecnologia. E queremos te convidar para participar, gratuitamente.

Filtros

Questões selecionadas:
OK

Entre 2005 e 2021
Seja Premium! Premium: filtre entre 2005 e 2021.
Arraste para selecionar o intervalo de ano.
  • Músicas (Interpretação de textos)
  • Variação Diatópica (Regional)
Digite uma matéria, ou um assunto mais específico, ou escolha pelo botão ao lado.
Todas
Não Resolvidas
Resolvidas
Acertei
Errei
Seja Premium! Premium: filtre pelas suas resolucoes!
Apenas com resolução:
vídeo
escrita
Os exercícios não irão necessariamente conter todos esse(s) assuntos, mas os que tiverem, terão maior probabilidade de aparecer primeiro na busca.
Buscar Busca Avançada Limpar Filtros

Para buscar questões é necessário estar logado. Cadastre-se Grátis!

Resultados

1(ENEM- BR - 2019)Número Original: 19Código: 7456075

Única Aplicação - Primeiro Dia - Prova Azul

Músicas (Interpretação de textos)
Informar Erro na Classificacao das Questões
Estes assuntos não são relacionados a questão? Discorda dessa classificação?

Questão de Vestibular - ENEM 2019
Questão de Vestibular - ENEM 2019
Exibir texto da questão

Expostos na web desde a gravidez Mais da metade das mães e um terço dos pais ouvidos em uma pesquisa sobre compartilhamento paterno em mídias sociais discutem nas redes sociais sobre a educação dos filhos. Muitos são pais e mães de primeira viagem, frutos da geração Y (que nasceu junto com a internet) e usam esses canais para saberem que não estão sozinhos na empreitada de educar uma criança. Há, contudo, um risco no modo como as pessoas estão compartilhando essas experiências. É a chamada exposição parental exagerada, alertam os pesquisadores. De acordo com os especialistas no assunto, se você compartilha uma foto ou vídeo do seu filho pequeno fazendo algo ridículo, por achar engraçadinho, quando a criança tiver seus 11, 12 anos, pode se sentir constrangida. A autoconsciência vem com a idade. A exibição da privacidade dos filhos começa a assumir uma característica de linha do tempo e eles não participaram da aprovação ou recusa quanto à veiculação desses conteúdos. Assim, quando a criança cresce, sua privacidade pode já estar violada. OTONI, A. C. O Globo, 31 mar. 2015 (adaptado). Sobre o compartilhamento parental excessivo em mídias sociais, o texto destaca como impacto o(a) @ interferência das novas tecnologias na comunicação entre pais e filhos. desatenção dos pais em relação ao comportamento dos filhos na internet. distanciamento na relação entre pais e filhos provocado pelo uso das redes sociais. fortalecimento das redes de relações decorrente da troca de experiências entre as famílias. desrespeito à intimidade das crianças cujas imagens têm sido divulgadas nas redes sociais. O © ®


Opções de Resposta: 
     A     
     B     
     C     
     D     
     E     




Não quer ver anúncios?

2(ENEM- BR - 2018)Número Original: 6Código: 6971140

Primeira Aplicação - Primeiro Dia - Prova Amarela

Músicas (Interpretação de textos)
Informar Erro na Classificacao das Questões
Estes assuntos não são relacionados a questão? Discorda dessa classificação?

Questão de Vestibular - ENEM 2018
Questão de Vestibular - ENEM 2018
Exibir texto da questão

O Pátria amada, Idolatrada, Salve! Salve! Brasil, de amor eterno seja símbolo O lábaro que ostentas estrelado, E diga o verde-louro dessa flâmula — “Paz no futuro e glória no passado.” Mas, se ergues da justiça a clava forte, Verás que um filho teu não foge a luta, Nem teme, quem te adora, a própria morte. Terra adorada, Entre outras mil, Es tu, Brasil, O Pátria amada! Dos filhos deste solo és mãe gentil, Pátria amada, Brasil! Hino Nacional do Brasil. Letra: Joaquim Osório Duque Estrada. Música: Francisco Manuel da Silva (fragmento). O uso da norma-padrão na letra do Hino Nacional do Brasil é justificado por tratar-se de um(a) WOOO reverência de um povo a seu país. gênero solene de característica protocolar. canção concebida sem interferência da oralidade. escrita de uma fase mais antiga da língua portuguesa. artefato cultural respeitado por todo o povo brasileiro.


Opções de Resposta: 
     A     
     B     
     C     
     D     
     E     




Não quer ver anúncios?

3(ENEM - 2017)Número Original: 9Código: 6888976

Segunda Aplicação - Primeiro Dia - Prova Amarela

Músicas (Interpretação de textos)
Informar Erro na Classificacao das Questões
Estes assuntos não são relacionados a questão? Discorda dessa classificação?

Questão de Vestibular - ENEM 2017
Questão de Vestibular - ENEM 2017
Exibir texto da questão

Dois parlamentos Nestes cemitérios gerais não há morte pessoal. Nenhum morto se viu com modelo seu, especial. Vão todos com a morte padrão, em série fabricada. Morte que não se escolhe e aqui é fornecida de graça. Que acaba sempre por se impor sobre a que já medrasse. Vence a que, mais pessoal, alguém já trouxesse na carne. Mas afinal tem suas vantagens esta morte em série. Faz defuntos funcionais, próprios a uma terra sem vermes. MELO NETO, J. C. Serial e antes. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1997 (fragmento). A lida do sertanejo com suas adversidades constitui um viés temático muito presente em João Cabral de Melo Neto. No fragmento em destaque, essa abordagem ressalta o(a) inutilidade de divisão social e hierárquica após a morte. aspecto desumano dos cemitérios da população carente. nivelamento do anonimato imposto pela miséria na morte. tom de ironia para com a fragilidade dos corpos e da terra. indiferença do sertanejo com a ausência de seus próximos. VOVOS


Opções de Resposta: 
     A     
     B     
     C     
     D     
     E     




Não quer ver anúncios?

4(ENEM - 2014)Número Original: 100Código: 4288281

Unica Aplicação - Segundo Dia - Prova Rosa

Músicas (Interpretação de textos) Variação Diatópica (Regional)
Informar Erro na Classificacao das Questões
Estes assuntos não são relacionados a questão? Discorda dessa classificação?

Questão de Vestibular - ENEM 2014
Questão de Vestibular - ENEM 2014
Exibir texto da questão

Oia eu aqui de novo xaxando Oia eu aqui de novo para xaxar Vou mostrar pr'esses cabras Que eu ainda dou no couro Isso é um desaforo Que eu não posso levar Que eu aqui de novo cantando Que eu aqui de novo xaxando Oia eu aqui de novo mostrando Como se deve xaxar Vem cá morena linda Vestida de chita Você é a mais bonita Desse meu lugar Vai, chama Maria, chama Luzia Vai, chama Zabé, chama Raque Diz que eu tou aqui com alegria BARROS, A Óia au aqui de nov. Disponivel www hishngonsaga rus be cesso em § aio 2073 (repent) A letra da canção de Antônio de Barros manifesta aspectos do repertório linguístico e cultural do Brasil O verso que singulariza uma forma característica do falar popular regional 6: O “Isso é um desaforo”. O “Diz que eu tou aqui com alegria”. O “Vou mostrar pr'esses cabras” O “vai, chama Maria, chama Luzia”. @ “Vem cá morena linda, vestida de chita”.


Opções de Resposta: 
     A     
     B     
     C     
     D     
     E     




Não quer ver anúncios?

5(ENEM- BR - 2009)Número Original: 18Código: 3677

Prova Fraudada - Segundo Dia

Interpretação de Frases Músicas (Interpretação de textos)
Informar Erro na Classificacao das Questões
Estes assuntos não são relacionados a questão? Discorda dessa classificação?

Questão de Vestibular - ENEM 2009
Questão de Vestibular - ENEM 2009
Exibir texto da questão

Som de preto O nosso som não tem idade, não tem raça E não tem cor. Mas a sociedade pra gente não dá valor. Só querem nos criticar, pensam que somos animais. Se existia o lado ruim, hoje não existe mais, porque o ‘funkeiro’ de hoje em dia caiu na real. Essa história de “porrada”, isso é coisa banal Agora pare e pense, se liga na ‘responsa’: se ontem foi a tempestade, hoje vira a bonança. É som de preto De favelado Mas quando toca ninguém fica parado Música do Mes Amilcka é Chocolate. In: Dj Malboro. Bem funk. Fio do “Janeiro, 2001 (adaptado), À medida que vem ganhando espaço na mídia, o vem abandonando seu caráter local, associado às favelas e àcriminalidade da cidade do Rio de Janeiro, tornando-se uma espécie de símbolo da marginalização das manifestações culturais das periferias em todo o Brasil. O verso que explicita essa marginalização é: (A) “O nosso som não tem idade, não tem raça”. (B) “Mas a sociedade pra gente não dá valor”. (C) “Se existia o lado ruim, hoje não existe mais”. (D) “Agora pare e pense, se liga na ‘responsa”. (E) “se ontem foi a tempestade, hoje vira a bonança”.


Opções de Resposta: 
     A     
     B     
     C     
     D     
     E     




Não quer ver anúncios?

Criar Lista com Resultado da Busca
Atenção: Esta lista será criada com as primeiras questões do resultado da busca (30 para assinantes ou 10 para não assinantes).
Dica: Para gerar listas com o restante das questões desses mesmos filtros (assuntos, vestibular etc), primeiro resolva as questões dessa lista e depois gere outra lista filtrando também com 'apenas questões não resolvidas.'


Texto
Adicionar Questão à Lista
Gabarito
Você ainda está aí?

Sim
O que você gostaria de encontrar?